INFORMAÇÕES SOBRE TRABALHO DE PARTO E NASCIMENTO DISPONÍVEIS EM APLICATIVOS DE SMARTPHONES

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31011/reaid-2024-v.98-n.2-art.2000

Palavras-chave:

Trabalho de Parto, Parto, Aplicativos Móveis

Resumo

Objetivo: Conhecer as informações sobre trabalho de parto e nascimento disponíveis em aplicativos de smartphones para gestantes/casais; e analisar o conteúdo das informações sobre trabalho de parto e nascimento veiculadas nos aplicativos levantados. Métodos: Estudo exploratório, qualitativo, com análise temática do conteúdo, baseada em Bardin. A coleta ocorreu entre setembro e dezembro de 2022. Resultados: Foram selecionados cinco aplicativos, que a partir dos seus conteúdos geraram três grandes categorias de análise: 1) Nascer por parto ou cesárea; 2) Práticas e atitudes para experimentar o trabalho de parto e nascimento de forma positiva; e, 3) Centralidade da atenção ao trabalho de parto e nascimento na figura médica e a detenção do poder nas decisões relativas ao corpo de quem gesta e pare. Discussão: Existem inconsistências em relação às evidências científicas em algumas informações disponíveis, como: assistência ao parto centralizada na figura médica; indicações equivocadas para a cesariana; relação verticalizada e autoritária entre profissional e quem gesta/pare. Conteúdos que podem contribuir para uma experiência positiva de parto foram identificados: planejamento do parto; escolha de acompanhante; adoção de estratégias não farmacológicas para o alívio da dor; e promoção da hora de ouro. Considerações finais: A análise das informações veiculadas pelos aplicativos pode contribuir para (re)pensar conteúdos e integrar novos às seções analisadas, bem como trazer à luz a responsabilidade que os criadores de conteúdo possuem na atual era digital. É fundamental promover informações seguras, baseadas na ciência, e não sustentar mitos e crenças equivocadas sobre trabalho de parto e nascimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Malheiros PA, Alves VH, Rangel TSA, Vargens OM da C. Parto e nascimento: saberes e práticas humanizadas. Texto Contexto – Enfermagem [Internet]. 2012 Jun [citado 2023 Abr 02];21(2):329–37. Disponível em: https://www.scielo.br/j/tce/a/fCNNkHPTLqGMnZHSHpj9s6D/?lang=pt

Reis TLRD, Padoin SMM, Toebe TRP, Paula CC, Quadros JS. Women’s autonomy in the process of labour and childbirth: integrative literature review. Rev Gaucha Enfermagem [Internet]. 2017 Apr 20 [citado 2023 Abr 02]; 38(1):e64677. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/28443976/

Rehuna – Rede pela Humanização do Parto e Nascimento – Só mais um site WordPress [Internet]. [citado 2023 Abr 02]. Disponível em: https://rehuna.org.br/

Tempesta GA, França RL de. Nomeando o inominável. A problematização da violência obstétrica e o delineamento de uma pedagogia reprodutiva contra-hegemônica. Horizontes Antropológicos [Internet]. 2021 Dec 6 [citado 2023 Abr 02]; 27:257–90. Disponível em: https://www.scielo.br/j/ha/a/xXgjFBTzkvX8J57PcxvBgpK/?lang=pt

Martins APDC, Jesus MVND, Júnior PPDP, Passos CMD. Aspectos que influenciam a tomada de decisão da mulher sobre o tipo de parto. Rev. baiana enferm [Internet]. 4 abr 2018 [citado 2023 Abr 02];32. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/enfermagem/article/view/25025

Escobal A, de-Matos G, Gonçalves K, Quadro P, Cecagno S, Soares M. Participação da mulher na tomada de decisão no processo de parturição. Revista de Enfermagem UFPE on line [Internet]. 2018 Fev 4 [citado 2023 Abr 02]; 12(2): 499-509. Disponível em: https://periodicos.ufpe.br/revistas/revistaenfermagem/article/view/231114

Ministério da Saúde (BR). Manual prático para implementação da Rede Cegonha [Internet]. Brasília: Ministério da Saúde; 2011. [citado 2023 Abr 02]. Disponível em: http://www.saude.pi.gov.br/ckeditor_assets/attachments/138/DOCUMENTOS_REDE_CEGONH A.pdf

Barbosa ML, Atanasio LLM, Medeiros SG, Saraiva COPO, Santos VEP. Evolution of nursing teaching in the use of education technology: a scoping review. Rev Bras Enfermagem [Internet]. 2021 [citado 2023 Abr 02];74(suppl 5). Disponível em: https://www.scielo.br/j/reben/a/wc9F9mk8pggVhT3vqWvL4Mh/?format=html&lang=en

Bottentuit Junior JB. Do Computador ao Tablet: Vantagens Pedagógicas na Utilização de Dispositivos Móveis na Educação, Rev Educaonline [Internet]. 2012; 6 (1): Disponível em: https://docplayer.com.br/43573000-Do-computador-ao-tablet-vantagens-pedagogicas-na-utilizacao-de-dispositivos-moveis-na-educacao-resumo.html

Fonseca de Oliveira AR, Alencar MSM. O uso de aplicativos de saúde para dispositivos móveis como fontes de informação e educação em saúde. RDBCI: Rev. Digit. Bibliotecon. Cienc. Inf [Internet]. 31º de janeiro de 2017 [citado 2023 Abr 02];15(1):234-45. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/rdbci/article/view/8648137

Cecília M, Suely Ferreira Deslandes, Romeu Gomes. Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Petrópolis, Rio de Janeiro: Vozes; 2001.

Gil AC. Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo Atlas; 2002.

Bardin L. Análise de conteúdo. Trad. Luís Antero Reto e Augusto Pinheiro. Lisboa: Edições 70; 2010.

Souza VR, Marziale MH, Silva GT, Nascimento PL. Tradução e validação para a língua portuguesa e avaliação do guia COREQ. Acta Paul Enferm [Internet]. 2021;34:eAPE02631. http://dx.doi.org/10.37689/acta-ape/2021ao02631

Barreto JOM, Bortoli MC, Luquine Jr. CD, Oliveira CF, Toma TS, Ribeiro AAV, et al. Barreiras e estratégias para implementação de Diretrizes Nacionais do Parto Normal no Brasil. Rev Panamericana Salud Pública [Internet]. 2020 Dec 14;44:1. Disponível em: https://iris.paho.org/handle/10665.2/52973

Ferreira Júnior AR, Brandão LCS, Teixeira ACMF, Cardoso AMR. Potencialidades e limitações da atuação do enfermeiro no Centro Parto Normal. Escola Anna Nery [Internet]. 2021;25(2). Disponível em: https://www.scielo.br/j/ean/a/3qqTn8j7RGWnG4BMkF9s3kw/?lang=pt.

Hofmeyr G, Bernitz S, Bonet M, Bucagu M, Dao B, Downe S, et al. WHO next‐generation partograph: revolutionary steps towards individualised labour care. BJOG: An International J Obstetrics Gynaecology [Internet]. 2021 Apr 9. doi; http://dx.doi.org/10.1111/1471-0528.16694.

Ministério da Saúde (BR); Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos, Departamento de Gestão e Incorporação de Tecnologias em Saúde. Diretrizes nacionais de assistência ao parto normal: versão resumida. Brasília; 2017. [citado 2023 Abr 02]. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/diretrizes_nacionais_assistencia_parto_normal.pdf.

Amorim MMR, Souza ASR, Porto AMF. Indicações de cesariana baseadas em evidências: parte I. Femina [Internet]. 2010. [citado 2023 Abr 02]. Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/lil-567185.

Souza ASR, Amorim MMR, Porto AMF. Indicações de cesariana baseadas em evidências: parte II: [revisão]. Femina [Internet]. 2010; [citado 2023 Abr 02]. Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/lil-570113.

O’Connell MA, O’Neill SM, Dempsey E, Khashan AS, Leahy-Warren P, Smyth RM, et al. Interventions for fear of childbirth (tocophobia). Cochrane Database of Systematic Reviews. 2019 May 2; Disponível em: https://www.cochranelibrary.com/cdsr/doi/10.1002/14651858.CD013321.pub2/full.

Nilsson C, Hessman E, Sjöblom H, Dencker A, Jangsten E, Mollberg M, et al. Definitions, measurements and prevalence of fear of childbirth: a systematic review. BMC Pregnancy and Childbirth [Internet]. 2018 Jan 12 [citado 2023 Abr 02];18(1). Disponível em: https://bmcpregnancychildbirth.biomedcentral.com/articles/10.1186/s12884-018-1659-7.

Boff NK, Sehnem GD, Barros APZ, Cogo SB, Wilhelm LA, Pilger CH. Experiência de profissionais e residentes atuantes no centro obstétrico acerca da utilização do plano de parto. Escola Anna Nery [Internet]. 2022 Oct 10 [cited 2023 Jan 10];27. Available from: https://www.scielo.br/j/ean/a/tNYMGmdSTj3xVKqbtMq8tXm/#:~:text=Motivos%20para%20a% 20n%C3%A3o%20utiliza%C3%A7%C3%A3o%20do%20plano%20de%20parto.

Trigueiro TH, Arruda KA de, Santos SD dos, Wall ML, Souza SRRK, Lima LS. Experiência de gestantes na consulta de Enfermagem com a construção do plano de parto. Esc Anna Nery Rev Enferm [Internet]. 2022 [citado 2023 Abr 02]; e20210036–6. Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/biblio-1346040

Klein BE, Gouveia HG. Utilização de métodos não farmacológicos para alívio da dor no trabalho de parto. Cogitare Enfermagem [Internet]. 2022 Aug 12 [citado 2023 Abr 02];27(0). Disponível em: https://revistas.ufpr.br/cogitare/article/view/80300

Karasek G, Mata JAL, Vaccari A. El uso de aceites esenciales y aromaterapia en el trabajo de parto. Rev Cuidarte [Internet]. 2022 Jul [citado 2023 Abr 02];13(2). Disponível em: https://revistas.udes.edu.co/cuidarte/article/view/2318/2569

Rocha EPG, Moura NAS, Albuquerque GPM, Holanda ER, Holanda VR. Tecnologias do cuidado na assistência ao parto normal: práticas de enfermeiros e médicos obstetras. Rev enferm Cent-Oeste Min [Internet]. 2021 [citado 2023 Abr 02];4218–8. Available from: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/biblio-1357619

Mata JAM. Enfermagem obstétrica no parto domiciliar planejado: responsabilidade legal e organização do serviço. In: Associação Brasileira de Enfermagem; Associação Brasileira de Obstetrizes e Enfermeiras Obstetras. Programa de Atualização em Enfermagem – PROENF: Saúde Materna e Neonatal. Ciclo 8. Porto Alegre: Artmed Panamericana; 2017:75-125.

Carroli G, Belizan J. Episiotomy for vaginal birth (review). Cochrane Database Syst Rev. 2007;(4):1–56.

Klein MC, Gauthier RJ, Robbins JM, Kaczorowski J, Jorgensen SH, Franco ED, et al. Relationship of episiotomy to perineal trauma and morbidity, sexual dysfunction, and pelvic floor relaxation. Am J Obstet Gynecol. 1994 Sep;171(3):591–8.

Brasil. Lei n 11.108, de 7 de abril de 2005. Altera a Lei nº 8.080, de 19 de setembro de 1990, para garantir às parturientes o direito à presença de acompanhante durante o trabalho de parto, parto e pós-parto imediato, no âmbito do Sistema Único de Saúde - SUS. Diário Oficial da União [Internet]. Brasília-DF; 2005. [citado 2023 Abr 02]. Disponível em: http://www3.dataprev.gov.br/sislex/paginas/42/2005/11108.htm

Shiono P, Klebanoff MA, Carey JC. Midline episiotomies: more harm than good? Obstet Gynecol. 1990 May;75(5):765–70.

Lopes GDC, Gonçalves AC, Gouveia HG, Armellini CJ. Atenção ao parto e nascimento em hospital universitário: comparação de práticas desenvolvidas após Rede Cegonha. Rev Latino-Americana Enfermagem [Internet]. 2019 [citado 2023 Abr 02];27. Disponível em: http://www.revenf.bvs.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-11692019000100327&lng=pt

Moore ER, Bergman N, Anderson GC, Medley N. Early skin-to-skin contact for mothers and their healthy newborn infants. Cochrane Database of Systematic Reviews. 2016 Nov 25;11(11). Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/22592691/

Monguilhott JJ da C, Brüggemann OM, Freitas PF, D’Orsi E. Nascer no Brasil: a presença do acompanhante favorece a aplicação das boas práticas na atenção ao parto na região Sul. Rev Saúde Pública [Internet]. 2018 Jan [citado 2023 Abr 02] 16;52:100. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rsp/a/XJcsDzp7RjhSvhHDtP4HSBc/abstract/?lang=pt

Ferreira Júnior AR, Brandão LCS, Teixeira ACMF, Cardoso AMR. Potencialidades e limitações da atuação do enfermeiro no Centro Parto Normal. Escola Anna Nery [Internet]. 2021 [citado 2023 Abr 02];25(2). Disponível em: http://www.revenf.bvs.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-81452021000200202&lng=pt

Jiménez-Hernández GE, Peña-Jaramillo YM. Adherencia a las recomendaciones de la OMS en la atención del parto y nacimiento humanizado. Medellín, Colombia. Rev Universidad Industrial de Santander Salud [Internet]. 2018 Oct [citado 2023 Abr 02];50(4):320–7. Disponível em: http://www.scielo.org.co/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0121-08072018000400320&lng=en

Conselho Federal de Enfermagem (BR). Resolução n. 477, de 14 de abril de 2015 [internet]. Brasília: COFEN; 2015. [citado 2023 Abr 02]. Disponível em: http://www.cofen.gov.br/resolucao-cofenno-04772015_30967.html

Macêdo WPD, Lima, BSMR, Tavares LM, Souza CM. Identificando a educação perinatal ofertada as gestantes pela equipe de enfermagem. Healty Society [Internet]. 2021 [citado 2022 Abr 02]; 1(2). Doi: https://doi.org/10.51249/hes01.02.2021.319. Disponível em: https://periodicojs.com.br/index.php/hs/article/view/319. Acesso em: 11 Jan. 2023.

Publicado

03-04-2024

Como Citar

1.
Laia da Mata JA, Barroso Oliveira da Silva L, Famer Rocha CM. INFORMAÇÕES SOBRE TRABALHO DE PARTO E NASCIMENTO DISPONÍVEIS EM APLICATIVOS DE SMARTPHONES. Rev. Enferm. Atual In Derme [Internet]. 3º de abril de 2024 [citado 23º de junho de 2024];98(2):e024288. Disponível em: http://revistaenfermagematual.com.br/index.php/revista/article/view/2000

Edição

Seção

ARTIGO ORIGINAL