As Internações por Condições Sensíveis à Atenção Primária de um município do interior de Minas Gerais, Brasil

The Hospitalizations for primary care-sensitive conditions of a municipality in the interior of Minas Gerais, Brazil

  • Luciana Maria Lauar de Almeida Secretaria Municipal de Saúde de Diamantina
  • Gabriel Brum Issa Kassab Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
  • Pollyanna Roberta Campelo Gorgens Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
  • Maria Letícia Costa Reis Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
  • Fernanda Fraga Campos Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
  • Thabata Coaglio Lucas Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
  • Magnania Cristiane Pereira da Costa Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri
Palavras-chave: Internação Hospitalar; Atenção Primária à Saúde; Avaliação dos Serviços de Saúde; Indicadores de Qualidade em Assistência à Saúde.

Resumo

Objetivo: caracterizar as internações por condições sensíveis à atenção primária de um município do interior de Minas Gerais, Brasil. Método: estudo transversal, descritivo, com coleta de dados secundários de prontuários, provenientes de internações hospitalares. Foi elaborado um formulário de coleta estruturado em três blocos: sociodemográficos; relacionados à anamnese; e relacionados a internação. Foram realizadas as frequências absolutas e relativas das variáveis e utilização do Qui-quadrado de Pearson e o Exato de Fisher, considerando o nível de significância de 5%. Resultados: Foram identificados 663 prontuários, com predomínio de pacientes ≥ 60 anos (70.7%), sexo feminino (54,1%), raça/cor parda e preta (69,5%) e sem registro referente a presença ou ausência de fatores de risco (28,5%). Predominaram os diagnósticos de acidentes vasculares e insuficiência cardíaca congestiva ambos com 13,3%, pneumonia (11,0%), angina (9,5%) e doença bronco pulmonar obstrutiva crônica com 8,4% dos casos. Entre os 45 casos (6,8%) de óbito, 19 (42,2%) foram pacientes que não pertenciam à área com cobertura da equipe de Estratégia de Saúde da Família do município. Conclusão: Os resultados contribuirão para uma adequação e qualificação da gestão dos serviços de saúde e melhor planejamento dos cuidados prestados, assim como, a definição de indicadores de desempenho para atenção primária à saúde da região para que sejam controladas e reduzidas as taxas de hospitalizações evitáveis.

Biografia do Autor

Luciana Maria Lauar de Almeida, Secretaria Municipal de Saúde de Diamantina

Enfermeira. Cordenadora da Atenção Primária em Saúde 

Gabriel Brum Issa Kassab, Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri

Discente do curso de Medicina

Pollyanna Roberta Campelo Gorgens, Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri

Graduação em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas de Minas Gerais (2010). Residência Médica em Medicina de Familia e Comunidade pelo Hospital Municipal Odilon Behrens (2013). Mestre em Educação pela UFVJM, linha: Educação e Tecnologias Aplicadas em Instituições Educacionais. Especialização Latu Sensu em Preceptoria em Residência Médica no SUS, pelo Instituto Sírio Libanês de Ensino e Pesquisa (IEP/HSL). Medica da Prefeitura Municipal de Diamantina, atuando na área de Infeções Sexualmente Transmissíveis/HIV/Hepatites. Docente da área de saúde coletiva na Faculdade de Medicina (FAMED) da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM)

Maria Letícia Costa Reis, Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri

Graduação em Nutrição pela Universidade Federal de Ouro Preto (2003), Mestrado (2007) e Doutorado (2011) em Patologia Geral pela Universidade Federal de Minas Gerais. Professora Adjunta da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, Campus JK - Diamantina, desde 2014. Áreas de atuação na pesquisa: Alergia Alimentar Experimental. Leishmaniose tegumentar experimental e Leishmaniose visceral canina. Modelos de Inflamação Crônica. Perfil Imunológico da Leishmaniose Experimental. Infecção por Helicobacter pylori e Saúde Coletiva.

Fernanda Fraga Campos, Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri

Possui graduação em Ciências Biológicas - Unicentro Izabela Hendrix (2002), mestrado (2005) e doutorado em Ciências Biológicas (Microbiologia) pela Universidade Federal de Minas Gerais (2009). Atualmente é professora Adjunta da Faculdade de Medicina (FAMED) na Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri, campus Diamantina. Tem experiência na área de Microbiologia, com ênfase em Micologia, ensaios biológicos, cultivo e identificação de fungos endofíticos. Trabalha com avaliação da produção de enzimas extracelulares produzidas por bactérias, fungos e leveduras, além disso, possui experiência na área de química de produtos naturais, especialmente com isolamento de substâncias bioativas, na área de epidemiologia e controle de infecções relacionadas à assistência à saúde. 

Thabata Coaglio Lucas, Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri

Graduação em bacharelado e licenciatura em Enfermagem pela Escola de Enfermagem da Universidade Federal de Minas Gerais - EEUFMG (2002-2006). Mestre em Enfermagem pela EEUFMG (2007-2009). Doutor em Engenharia Mecânica / Bioengenharia pela Universidade Federal de Minas Gerais. Ele foi um sanduiche de um ano na Università degli Studi di Trento / Italia. Líder do grupo de pesquisa intitulado "Eventos adversos relacionados à assistência à saúde certificados pelo CNPq. Estudo em Paciente Crítico. Atualmente é Professora Associada nível 2 classe C da UFVJM. Trabalha com pesquisas relacionadas a questões de segurança em bloqueios cirúrgicos e prevenção de infecções relacionado à assistência à saúde, além de trabalhar com microrganismos associados ao cateter venoso central e com a formação de trombos venosos associados ao dispositivo, com simulação numérica e experimental. Membro do Comitê de Ética em Pesquisa da UFVJM. Pós-doutorado na UFMG

Magnania Cristiane Pereira da Costa, Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri

Possui graduação em Enfermagem pela Universidade Estadual da Paraíba, especialização em Controle das Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde, especialização em Docência do Ensino Superior, especialização em Preceptoria no SUS, mestrado em Ciências Biomédicas - UNIARARAS e doutorado em Saúde Coletiva na área da epidemiologia - UNICAMP. Atualmente é professora da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (Adjunto A II) - Campus JK. Tem experiência na área da Saúde Coletiva, atuando principalmente nos seguintes temas: Epidemiologia, Atenção Primária e Prevenção e Controle das Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde.

http://lattes.cnpq.br/4346564018691829

 

Publicado
2019-12-22
Como Citar
ALMEIDA, L.; KASSAB, G.; GORGENS, P.; REIS, M.; CAMPOS, F.; LUCAS, T.; COSTA, M. As Internações por Condições Sensíveis à Atenção Primária de um município do interior de Minas Gerais, Brasil. Revista Enfermagem Atual In Derme, v. 90, n. 28, 22 dez. 2019.