Representação social de pacientes sobre a unidade de terapia intensiva

Social representation of hospitalized patients on the intensive care unit

Palavras-chave: Unidades de Terapia Intensiva; Hospitalização; Percepção

Resumo

Essa pesquisa teve como objetivo conhecer e analisar as representações sociais sobre UTI construídas por pacientes que vivenciaram a hospitalização nesta unidade. Trata-se de um estudo de campo, descritivo e exploratório com abordagem qualitativa embasado pela Teoria das Representações Sociais, realizado em um hospital público, situado na região do sudoeste da Bahia, a coleta de dados ocorreu nas clínicas médica e cirúrgica com 15 pacientes após a alta da UTI adulto. A coleta envolveu entrevista semiestruturada, os dados foram apreciados mediante análise de conteúdo de Bardin. O resultado abarcou as três seguintes categorias: (1) Aspectos envolvidos na mudança da percepção sobre a UTI; (2) Ambiente gerador de desconfortos e sofrimentos; e (3) Mecanismos de enfrentamento para período de internação. Verificou-se que o ambiente da UTI anterior a internação é pautada nas definições do senso comum, a transformando em um espaço gerador de medo, morte, tristeza e sofrimento biopsicossocial. Contudo, após a vivencia da internação na unidade, mudanças positivas ocorreram na representação da UTI, atribuindo-a como local seguro, de recuperação e reestabelecimento da saúde, além de ser acolhedor pelos profissionais empáticos e humanos. A pesquisa constatou a mudança de percepção associada a UTI, embora tenha evidenciado vários aspectos negativos, como o distanciamento familiar, os pacientes demonstraram situações que influenciaram positivamente, sendo determinantes para modificação do pensamento socialmente elaborado.

Biografia do Autor

Eriedna Chaves Soares, Universidade Federal da Bahia

Enfermeira. Graduada pela Universidade Federal da Bahia (UFBA)

Juliana Xavier Pinheiro da Cunha, Universidade Federal da Bahia

Professora Assistente da UFBA-IMS. Doutoranda do Programa de Pós-graduação em Epidemiologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Chrisne Santana Biondo, Universidade Federal da Bahia

Professora Assistente da UFBA-IMS. Doutoranda do Programa de Pós-graduação em Enfermagem e Saúde da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB).

Publicado
2020-04-06
Como Citar
SOARES, E.; CUNHA, J.; BIONDO, C. Representação social de pacientes sobre a unidade de terapia intensiva. Revista Enfermagem Atual In Derme, v. 91, n. 29, 6 abr. 2020.