Aspectos subjetivos e representacionais do viver com HIV: o que as publicações revelam?

Subjective and representational aspects of living with HIV: what do the publications reveal?

Palavras-chave: HIV; AIDS; Representação social; Preconceito

Resumo

O presente estudo teve como objetivo identificar, na literatura nacional e internacional, aspectos subjetivos do viver com HIV presentes nas produções científicas acerca do HIV/AIDS, apoiados na Teoria das Representações Sociais. Realizou-se uma revisão sistemática de artigos científicos indexados nas bases de dados LILACS, BDENF E MEDLINE, utilizando os seguintes descritores: HIV AND AIDS AND Representação Social. Dos 118 artigos encontrados, 8 atenderam os critérios de inclusão para análise. Os itens relativos aos resultados e as discussões dos estudos selecionados foram submetidos à análise de conteúdo temático-categorial. Foram identificadas 220 unidades de registro, distribuídas entre 5 categorias: Informação e prevenção do HIV/AIDS; Preconceito e estigmatização vivenciados pelas pessoas que vivem com HIV; Sofrimento trazido pelo HIV; Construção e mudança da representação social da AIDS; Qualidade de vida e estruturas de apoio. Conclui-se que o conhecimento acerca dos aspectos subjetivos e representacionais do HIV e a valorização do conhecimento do senso comum são fundamentais para direcionar novas estratégias de saúde com o intuito de prover uma atenção mais integral às pessoas que vivem com o agravo.

Publicado
2020-04-06
Como Citar
STEFAISK, R.; OLIVEIRA, D.; MARQUES, S.; MACHADO, Y. Aspectos subjetivos e representacionais do viver com HIV: o que as publicações revelam?. Revista Enfermagem Atual In Derme, v. 91, n. 29, 6 abr. 2020.
Seção
ARTIGO DE REVISÃO