Fatores associados à perda do medo de infecção por HIV/AIDS em homens que fazem sexo com homens por meio de aplicativos de relacionamento

Factors associated with loss of fear of HIV / AIDS infection in men who have sex with men through relationship apps

  • Francisco das Chagas Araújo Sousa Universidade Estadual do Piaui https://orcid.org/0000-0001-8086-2150
  • Marcos Vitor Batista Oliveira Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão
  • Francisco Braz Milanez Oliveira Faculdade de Ciências e Tecnologia do Maranhão - FACEMA
  • Wenderson Costa Silva Centro Universitário de Ciências e Tecnologia do Maranhão – UNIFACEMA
  • Jacenir Reis dos Santos Mallet Fundação Oswaldo Cruz
  • Nayro Sousa Ferreira Universidade Federal do Piauí- UFPI
  • Flavio Ribeiro Alves Universidade Federal do Piaui - PI
  • Renan Paraguassu de Sá Rodrigues Universidade Federal do Piaui – PI
  • Andrezza Braga Soares Silva Universidade Federal do Piaui – PI
  • Laecio Silva Moura Universidade Federal do Piaui – PI
  • Jefferson Rodrigues Araújo Universidade Federal do Piaui – PI
Palavras-chave: Homens; Comportamento sexual; Infecções sexualmente transmissíveis; Vulnerabilidade em saúde.

Resumo

Objetivo: identificar os fatores associados a perda do medo de infecção por HIV/Aids entre homens que fazem sexo com outros homens por meio de aplicativos de relacionamentos. Metodologia: Trata-se de um estudo transversal, exploratório, quantitativo desenvolvido por meio de inquérito epidemiológico, com o uso da tecnologia de informação. A população fonte do estudo foram moradores de cidades da região Norte, Nordeste, Sul, Sudeste, e Centro-Oeste do país. Os dados foram exportados para o programa Statistical Package for the Social Sciences (SPSS) Versão 20.0 para análise estatística apropriada. Resultados: a amostra do estudo foi constituída por 248 participantes, onde a faixa etária mais prevalente dos entrevistados foi de 18 a 25 anos. A análise acerca dos fatores associados à perda do medo de infecção por HIV/Aids em homens que fazem sexo com homens (HSH) por meio de aplicativos de relacionamento permitiu concluir que o principal motivo que levam os HSH a confiarem nos parceiros sexuais foi ter mais de uma relação sexual com o mesmo (42,7%) ou observar que no aspecto geral o parceiro não possui risco algum para eles (34,7%), o que gera uma confiança e consequentemente passa a não usar o preservativo. Conclusão: diante disso espera-se que intervenções integradas sejam efetivadas junto a este grupo populacional, principalmente voltadas a saúde sexual, uso de álcool e outras drogas, meios de prevenção, busca por informações e conhecimento a respeito das principais doenças infecciosas, em especial o HIV, proporcionado um desenvolvimento saudável entre os HSH.

Biografia do Autor

Francisco das Chagas Araújo Sousa, Universidade Estadual do Piaui

Professor Adjunto do Centro de Ciências da Sa´ude no departamento de Medicina sendo responsável pela disciplina de Fisiologia.

Publicado
2020-06-29
Como Citar
SOUSA, F. DAS; OLIVEIRA, M. V.; OLIVEIRA, F. B.; SILVA, W.; MALLET, J.; FERREIRA, N.; ALVES, F.; RODRIGUES, R.; SILVA, A.; MOURA, L.; ARAÚJO, J. Fatores associados à perda do medo de infecção por HIV/AIDS em homens que fazem sexo com homens por meio de aplicativos de relacionamento. Revista Enfermagem Atual In Derme, v. 92, n. 30, 29 jun. 2020.
Seção
ARTIGOS DE REFLEXÃO