Manuseio de cateter venoso central totalmente implantado: saberes de graduandos de enfermagem

  • Maria Júlia Oliveira Ramos Universidade Federal de Sergipe
  • Simone Yuriko Kameo
  • Bruno Ferreira Amorim
  • Glebson Moura Silva
  • Simone Otília Cabral Neves
  • Maria José Oliveira dos Santos
  • Giulliana Nunes de Castro Ferreira
  • Jéssica dos Santos Costa
Palavras-chave: Enfermagem Oncológica; Cuidados de Enfermagem; Cateterismo Venoso Central; Aprendizagem; Estudantes

Resumo

Objetivo:Analisar os saberes sobre manuseio de cateter venoso central totalmente implantado de graduandos em enfermagem da Universidade Federal de Sergipe (UFS). Metodologia: É estudo exploratório descritivo, feito com discentes do segundo ao quinto ciclo do curso de Enfermagem da UFS. Realizados minicursos intitulado “Cateter Venoso Central totalmente implantado: procedimentos e cuidados”, com aplicação de questionários sobre CVC-TI antes e após o minicurso. Resultados: Amostra compreendeu 111 discentes; 30,6% destes responderam corretamente aos questionamentos sobre CVC-TI antes do minicurso ofertado, com maior acerto no item manuseio do CVC-TI. Após o minicurso, 80,5% responderam corretamente sobre o tema,  com melhora significativa dos conhecimentos adquiridos. A  idade entre os participantes deste estudo  foi entre 17 e 22 anos. A avaliação do conhecimento sobre CVC-TI mostrou desconhecimento pelos graduandos em enfermagem antes do minicurso por 70,4% da amostra. O maior  número de acertos nas questões após participação do minicurso sobre CVC-TI. O conhecimento dos graduandos  era deficitário antes do minicurso, com melhora significativa após o mesmo. Conclusões: Há necessidade de inserção deste tema nos cursos de graduação em enfermagem com o objetivo de preparar os graduandos para atuação nos serviços de saúde.

Publicado
2020-09-04
Como Citar
RAMOS, M. J.; KAMEO, S.; AMORIM, B.; SILVA, G.; NEVES, S.; DOS SANTOS, M. J.; FERREIRA, G.; COSTA, J. Manuseio de cateter venoso central totalmente implantado: saberes de graduandos de enfermagem. Revista Enfermagem Atual In Derme, v. 93, n. 31, p. e-020041, 4 set. 2020.
Seção
ARTIGO ORIGINAL