O cuidado em saúde no ambiente hospitalar: interferência na reabilitação da pessoa com lesão medular

  • Gelson Aguiar da Silva Moser
  • Denise Consuelo Moser Aguiar
  • Francine Lima Gelbcke
  • Soraia Dornelles Schoeller
  • Fabiana Fableiros Santana Castro
  • Suellen Rodrigues de Oliveira Maier Universidade de São Paulo
  • Graciano Almeida Sudré

Resumo

Objetivo: analisar a interferência do cuidado em saúde nos processos de reabilitação da pessoa com lesão medular. Método: abordagem qualitativa do tipo descritiva e exploratória. Os participantes foram dez indivíduos com lesão medular, por meio da entrevista semiestruturada. Os dados foram analisados a partir de Análise de conteúdo de Bardin. Resultados: os dados mostraram que as orientações recebidas no ambiente hospitalar auxiliam no dia-a-dia da pessoa com lesão medular e podem facilitar o cuidado em saúde quando em seu domicílio, embora a pessoa nem sempre consiga perceber as orientações recebidas como algo significativo, devido ao momento vivido, não sendo incorporadas ao chegar em sua casa. Conclusão: a reabilitação é processo permanente que deve ser conquistado ao longo da vida da pessoa e o aprendizado sobre a reabilitação envolve uma etapa de adaptação na busca pela independência funcional.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2020-08-31
Como Citar
1.
Moser G, Aguiar D, Gelbcke F, Schoeller S, Castro F, Maier S, Sudré G. O cuidado em saúde no ambiente hospitalar: interferência na reabilitação da pessoa com lesão medular. REAID [Internet]. 31ago.2020 [citado 20set.2021];93(31):e-20032. Available from: http://revistaenfermagematual.com.br/index.php/revista/article/view/761
Seção
ARTIGO ORIGINAL