ACESSO DE PRIMEIRO CONTATO NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE: UM ATRIBUTO FUNDAMENTAL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31011/reaid-2024-v.98-n.2-art.1939

Palavras-chave:

Acesso aos serviços de Saúde, Qualidade, Acesso e Avaliação da Assistência à Saúde, Atenção Primária à Saúde

Resumo

Introdução: O Acesso de Primeiro Contato é um dos atributos essenciais da Atenção Primária à Saúde (APS) e desempenha um papel fundamental na promoção da saúde, prevenção de doenças, tratamento de condições agudas e gerenciamento de condições crônicas. Objetivos: Este artigo explora a importância do Acesso de Primeiro Contato na APS, destacando seus benefícios para os indivíduos e para o Sistema Único de Saúde (SUS). Método: Trata-se de uma revisão narrativa de literatura, bibliográfica e não sistemática, que buscou abordar as principais estratégias para melhorar o Acesso de Primeiro Contato. Resultados: Os resultados apontam para a ampliação do horário de funcionamento, a implantação de sistemas de triagem, o uso de tecnologias, o fortalecimento de equipes multidisciplinares, estratégias de educação em saúde e programas de agendamento. Considerações Finais: Estas estratégias mostram-se como peças-chave para a construção de um sistema de saúde mais eficiente, acessível e centrado no usuário. Ao continuar investindo nesses esforços, o SUS poderá alcançar uma APS mais robusta e contribuir para a promoção da saúde e o bem-estar de toda a população.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Larayne Gallo Farias Oliveira, USP

Programa Interunidades em Enfermagem, Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo (USP), São Paulo-SP, Brasil, https://orcid.org/0000-0002-0031-3846

Lislaine Aparecida Fracolli, USP

Depto. Enfermagem em Saúde Coletiva, Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo (USP), São Paulo-SP, Brasil, https://orcid.org/0000-0002-0936-4877

Alfredo Almeida Pina-Oliveira, USP

Depto. Enfermagem em Saúde Coletiva, Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo (USP), São Paulo-SP, Brasil, https://orcid.org/0000-0002-1777-4673.

Anna Luiza de Fátima Pinho Lins Gryschek, USP

Depto. Enfermagem em Saúde Coletiva, Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo (USP), São Paulo-SP, Brasil, https://orcid.org/.0000-0001-5012-5977.

Denise Maria Campos de Lima Castro, USP

Mestrado Profissional em Enfermagem na Atenção Primária à Saúde, Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo (USP), São Paulo-SP, Brasil, https://orcid.org/0000-0003-1510-8156.

Daniela Silva Campos, USP

Mestrado Profissional em Enfermagem na Atenção Primária à Saúde, Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo (USP), São Paulo-SP, Brasil,  https://orcid.org/0000-0001-8740-6908.

Leticia Aparecida da Silva, USP

Programa de Pós Graduação de Enfermagem (PPGE), Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo (USP), Brasil, https://orcid.org/0000-0003-8431-6525.

Daniela Cristina Geraldo, USP

Mestrado Profissional em Enfermagem na Atenção Primária à Saúde, Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo (USP), São Paulo-SP, Brasil, https://orcid.org/0009-0004-5167-6403.

Referências

Facchini LA, Tomasi E, Dilélio AS. Qualidade da Atenção Primária à Saúde no Brasil: avanços, desafios e perspectivas. Saúde debate [Internet]. 2018Sep; 42(spe1):208–23. Available from: https://doi.org/10.1590/0103-11042018S114

Starfield B. Atenção Primária: equilíbrio entre necessidades de saúde, serviços e tecnologia Brasília-DF: UNESCO, MS; 2002.

Lima JG, Giovanella L, Fausto MCR, Bousquat A, Silva EV. Atributos essenciais da Atenção Primária à Saúde: resultados nacionais do PMAQ-AB. Saúde debate [Internet]. 2018Sep;42(spe1):52–66. Available from: https://doi.org/10.1590/0103-11042018S104

Bispo GMB, Rodrigues EMD, Carvalho ACO, Lisboa KW de SC, Freitas RWJF, Damasceno MMC. Assessment of access to first contact in the perspective of professionals. Rev Bras Enferm [Internet]. 2020;73(3):e20180863. Available from: https://doi.org/10.1590/0034-7167-2018-0863

Paula WKAS, Samico IC, Caminha MFC, Batista Filho M, Silva SL. Avaliação da atenção básica à saúde sob a ótica dos usuários: uma revisão sistemática. Rev Esc Enferm USP, 2016; 50(2):335-345. Available from: https://search.proquest.com/openview/1a655bf403be11bc16ce03d773dadd89/1?pq-origsite=gscholar&cbl=2030183

Oliveira LGF, Fracolli LA, Castro DMCL, Gryschek ALFPL, Pina-Oliveira AA, Silva LA, et al. Longitudinalidade na Atenção Primária à Saúde: explorando a continuidade do cuidado ao longo do tempo. Arq Ciências Saúde UNIPAR [Internet]. 2023 Jul 18; 27(7):3385–95. Available from: https://ojs.revistasunipar.com.br/index.php/saude/article/view/10048

Damaceno AN, Bandeira D, Hodali N, Weiller TH. Acesso de Primeiro Contato na Atenção Primária à Saúde: revisão integrativa. Rev APS [Internet]. 2016 Oct 17;19(1). Available from: http://periodicos.ufjf.br/index.php/aps/article/view/15624

Saito RXS, Lacerda RA, Fracolli LA. Atenção primária: análise de acesso ao primeiro contato em uma Unidade Básica de Saúde do município de São Paulo. Rev Pau Enfermagem. 2006; 25(abr./ju 2006). Available from: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/bde-14803

Benevides JL, Gubert FA, Tomé MA, Vasconcelos PF, Dodt RC, Pinheiro SR. Atributos da atenção primária nas internações de crianças: acesso de primeiro contato e longitudinalidade. Rev Rene. 2018;19:e3481. Available from: https://www.redalyc.org/pdf/3240/324054783026.pdf

Alberti GF, Schimith MD, Budó MLD, Neves GL, Rosso LF. First-contact accessibility attribute in primary health care services and care practices: contributions to academic education for nurses. Texto contexto - enferm [Internet]. 2016;25(3):e4400014. Available from: https://doi.org/10.1590/0104-07072016004400014

Pessoa BHS, Gouveia EAH, Correia IB. Funcionamento 24 horas para Unidades de Saúde da Família: uma solução para ampliação de acesso? Um ensaio sobre as “Upinhas” do Recife. Rev Bras Med Fam Comunidade [Internet]. 11º de outubro de 2017 [citado 26º de julho de 2023];12(39):1-9. Disponível em: https://rbmfc.org.br/rbmfc/article/view/1529

Pinto LF, Giovanella L. Do Programa à Estratégia Saúde da Família: expansão do acesso e redução das internações por condições sensíveis à atenção básica (ICSAB). Ciênc saúde coletiva [Internet]. 2018Jun;23(6):1903–14. Available from: https://doi.org/10.1590/1413-81232018236.05592018

Alves AN, Coura AS, França ISX, Magalhães IMO, Rocha MA, Araújo RS. Acesso de primeiro contato na atenção primária: uma avaliação pela população masculina. Rev Bras Epidemiol. 2020;23:e200072. Available from: https://doi.org/10.1590/1980-549720200072

Oliveira DC. Análise de conteúdo temático-categorial: uma técnica maior nas pesquisas qualitativas. In: Lacerda MR, Costenaro RGS, editores. Metodologia da pesquisa para a Enfermagem e Saúde: da teoria à prática. Porto Alegre: Moriá; 2016. p. 481-511.

Cordeiro AM, Oliveira GM, Rentería JM, Guimarães CA. Revisão sistemática: uma revisão narrativa. Rev Col Bras Cir [Internet]. 2007Nov;34(6):428–31. Available from: https://doi.org/10.1590/S0100-69912007000600012

Cirino FMSB, Schneider Filho DA,Nichiata LYI, Fracolli LA. O acesso avançado como estratégia de organização da agenda e de ampliação do acesso em uma Unidade Básica de Saúde de Estratégia Saúde da Família, município de Diadema, São Paulo. Rev Bras Medicina Família Comunidade [Internet]. 2020; 15(42). Available from: https://repositorio.usp.br/item/003002582

Gusso GDF, Knupp D, Trindade TG, Lermen Junior N, Poli Neto P. Bases para um Novo Sanitarismo. Rev Bras Med Fam Comunidade. 2015;10(36):1-10. Available from: http://dx.doi.org/10.5712/rbmfc10(37)1255

Rocha SA, Bocchi SCM, Godoy MF. Acesso aos cuidados primários de saúde: revisão integrativa. Physis. 2016;26(1):87-111. Available from: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-73312016000100007

Mendes EV. Revisão Bibliográfica sobre redes de atenção à saúde. Assessoria de Normalização; 2007.

Vitória AM, Harzheim E, Takeda SMP, Hauser L. Avaliação dos atributos da atenção primária à saúde em Chapecó, Brasil. Rev bras medicina família e comunidade. 2013 Out-Dez; 8(29):285-93. Available from: https://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/140041

Prado NMBL, Vilasbôas ALQ, Nunes CA, Aleluia ÍRS, Aquino R. Organização da atenção e vigilância em saúde na atenção primária frente à COVID-19 em municípios do Nordeste brasileiro. Ciênc saúde coletiva [Internet]. 2023 May; 28(5):1325–39. Available from: https://doi.org/10.1590/1413-81232023285.18052022

Moreira DA, Tibães HBB, Batista RCR, Cardoso CML, Brito MJM. Manchester triage system in primary health care: ambiguities and challenges related to access. Texto contexto - enferm [Internet]. 2017;26(2):e5970015. Available from: https://doi.org/10.1590/0104-07072017005970015

Neto C, Rodrigues G. Tecnologias do cuidado em saúde empregadas na atenção primária. Repositório ifpe edu br [Internet]. 2023 Feb 28; Available from: https://repositorio.ifpe.edu.br/xmlui/handle/123456789/880

Taques TI, Pinto EB, Romanowski KL, Ditterich RG, Muller EV, Junior MFS. Expansão da telessaúde na Atenção Primária à Saúde e as desigualdades regionais no Brasil. Rev Eletrônica Comunicação, Informação & Inovação em Saúde [Internet]. 2023 Jun 30;17(2):349–71. Available from: https://www.reciis.icict.fiocruz.br/index.php/reciis/article/view/3545

Morais RM, Sisdelli MF, Ferreira GSA, Costa AL. Gestão do absenteísmo na Atenção Primária em cidade brasileira de médio porte. Interface - Comunicação, Saúde, Educação [Internet]. 2023 Jul 17 [cited 2023 Jul 26];27:e220197. Available from: https://www.scielo.br/j/icse/a/Mf4BpPTXhwYJW96DCwbbwFR/

Abreu NRFO, Carvalho ALB de. Avanços e desafios da comunicação digital em saúde na era da pandemia. Rev APS [Internet]. 2021;24. Available from: https://periodicos.ufjf.br/index.php/aps/article/view/35190

Oliveira LGF, Fracolli LA, Silva LA. Experiencias del equipo multidisciplinario con la implementación del acceso avanzado en la atención primaria de la salud. Lecturas: Educación Física Y Deportes, [Internet]. 2023; 28(300):182–92. Available from: https://repositorio.usp.br/item/003136259

Feijão AR, Galvão MTG. Ações de educação em saúde na atenção primária: revelando métodos, técnicas e bases teóricas. Rev RENE. 2007;8(2):41–9. Available from: https://www.redalyc.org/pdf/3240/324027958006.pdf

Costa NR, Silva PRF, Jatobá A. A avaliação de desempenho da atenção primária: balanço e perspectiva para o programa Previne Brasil. Saúde em Debate [Internet]. 2023 Apr 28;46:08-20. Available from: https://www.scielo.br/j/sdeb/a/n3GJrfSm9QgLPnQXqqbJs3S/?lang=pt

Publicado

01-04-2024

Como Citar

1.
Gallo Farias Oliveira L, Aparecida Fracolli L, Almeida Pina-Oliveira A, de Fátima Pinho Lins Gryschek AL, Campos de Lima Castro DM, Silva Campos D, Aparecida da Silva L, Cristina Geraldo D. ACESSO DE PRIMEIRO CONTATO NA ATENÇÃO PRIMÁRIA À SAÚDE: UM ATRIBUTO FUNDAMENTAL . Rev. Enferm. Atual In Derme [Internet]. 1º de abril de 2024 [citado 23º de junho de 2024];98(2):e024286. Disponível em: https://revistaenfermagematual.com.br/index.php/revista/article/view/1939

Edição

Seção

ARTIGO DE REVISÃO