A REORGANIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA OBSTÉTRICA DURANTE A PANDEMIA DE COVID-19

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31011/reaid-2024-v.98-n.1-art.2093

Palavras-chave:

COVID-19; SARS-CoV-2; Enfermagem Obstétrica; Preceptoria; Serviços de Saúde.

Resumo

Objetivo: compreender a percepção dos preceptores da residência em enfermagem obstétrica na reorganização da assistência obstétrica nas maternidades decorrente da pandemia de COVID-19. Métodos: estudo descritivo, exploratório com abordagem qualitativa com 15 preceptores da Residência de Enfermagem Obstétrica do Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Federal do Pará, realizado por meio de entrevistas semiestruturadas realizando-se também, após a transcrição, análise de conteúdo. Resultados: Pôde ser observado que o fechamento das unidades, diminuição de leitos, utilização de medidas preventivas, como lavagens das mãos e equipamentos de proteção individual e criação de fluxos de atendimento. Também a diminuição do contato com a gestante e realização das orientações para execução de tecnologias não farmacológicas pela gestante, para inibir os riscos de contaminação. Conclusão: Dessa forma, observou-se a necessidade durante a pandemia de uma reorganização dos serviços da atenção obstétrica para garantir melhores cuidados e segurança para profissionais de saúde e gestantes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bárbara Cybelle Monteiro Lopes, Universidade Federal do Pará

Enfermeira. Graduação em Enfermagem pelo Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Federal do Pará. Belém/PA, Brasil.

Letícia Megumi Tsuchiya Masuda, Universidade Federal do Pará

Enfermeira. Graduação em Enfermagem pelo Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Federal do Pará. Belém/PA, Brasil

Valdecyr Herdy Alves , Universidade Federal Fluminense

Enfermeiro. Professor Titular da Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa da Universidade Federal Fluminense. Departamento Materno Infantil Psiquiátrico. Niterói/RJ, Brasil.

Bianca Dargam Gomes Vieira , Universidade Federal Fluminense

Enfermeira. Professor Adjunta da Escola de Enfermagem Aurora de Afonso Costa da Universidade Federal Fluminense. Departamento Materno Infantil Psiquiátrico. Niterói/RJ, Brasil.

Silvio Éder Dias da Silva, Universidade Federal do Pará

Enfermeiro. Professor Associado da Universidade Federal do Pará. Belém/PA, Brasil.

Brenda Caroline Martins da Silva, Universidade Federal do Pará

Enfermeira. Mestranda em Enfermagem pelo Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Federal do Pará. Belém/PA, Brasil

Referências

Lana RM, Coelho FC, Gomes MFC, Cruz OG, Bastos LS, Villela DAM, et al. The novel coronavirus (SARS-CoV-2) emergency and the role of timely and effective national health surveillance. Cad Saúde Pública. 2020; 36(3): e00019620. doi: https://doi.org/10.1590/0102-311X00019620 DOI: https://doi.org/10.1590/0102-311x00019620

Prado NMB, Freitas CAM, Nunes FG, Figueroa CDO, Pereira GE, Morais MB, et al. Respostas governamentais heterogêneas no enfrentamento da pandemia da COVID-19 por países da América Latina. Ciênc. saúde coletiva. 2023; 28(3): 665-83. doi: https://doi.org/10.1590/1413-81232023283.11582022 DOI: https://doi.org/10.1590/1413-81232023283.11582022

Vale EP, Rodrigues GM, Costa DP, Queiroz JM, Lima DG, Medeiros LPF, et al. Reorganização da Rede de Atenção à Saúde para o enfrentamento da COVID-19 no município de Canaã dos Carajás, Pará. APS Rev. 2020; 2(2): 83-90. doi: https://doi.org/10.14295/aps.v2i2.101 DOI: https://doi.org/10.14295/aps.v2i2.101

Ministério da Saúde (BR). Covid no Brasil. Brasília (DF): Ministério da Saúde; 2023.

Ramussen AS, Jamieson DJ. Coronavirus Disease 2019 (COVID-19) and Pregnancy: Responding to a Rapidly Evolving Situation. Obstet Gynecol. 2020; 135(2): 999-1002. doi: 10.1097/AOG.0000000000003873 DOI: https://doi.org/10.1097/AOG.0000000000003873

Sangoi KCM, Silva NB, Knalski SS, Bittencourt VLL. Estratégias para reorganização da assistência de enfermagem à saúde materna frente à pandemia covid-19. Rev Interdisc Ciênc Saúde e Biológ. 2020; 4(2): 113-25. doi: https://doi.org/10.31512/ricsb.v4i2.168 DOI: https://doi.org/10.31512/ricsb.v4i2.168

Dulfe PAM, Alves VH, Pereira AV, Vieira BDG, Rodrigues DP, Marchiori GRS, et al. Nurse-midwives reconfiguring care in the scope of labor and births in COVID-19 times. Rev Bras Enferm. 2021; 74(supl. 1): e20200863. doi: https://doi.org/10.1590/0034-7167-2020-0863 DOI: https://doi.org/10.1590/0034-7167-2020-0863

Creswell JW. Projeto de pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto. 3º ed. Rio de Janeiro: Penso; 2010.

Alcântara VCG, Silva RMCRA, Pereira ER, Silva DM, Flores IP. O trabalho no trânsito e a saúde dos motoristas de ônibus: estudo fenomenológico. Av Enferm. 2020; 38(2):159-69. doi: https://doi.org/10.15446/av.enferm.v38n2.81874 DOI: https://doi.org/10.15446/av.enferm.v38n2.81874

Bardin L. Análise de conteúdo. Lisboa: Edições 70; 2011.

Joaquim RHVT, Dittz ES, Leão A, Madalena CM, Costa PR, Azevedo L, et al. Maternidade em tempos de pandemia de Covid-19: o que nos revelam as mães atendidas em um hospital de referência. Interface (Botucatu). 2022; 26:e210785. doi: https://doi.org/10.1590/interface.210785 DOI: https://doi.org/10.1590/interface.210785

Sindicato dos Servidores do Magistério Municipal de Curitiba. SMS impõe fechamento da maternidade Bairro Novo durante pandemia. Paraná (PR): Sindicato dos Servidores do Magistério Municipal de Curitiba; 2020.

Ventura-Silva JMA, Ribeiro OMPL, Santos MR, Faria ACA, Monteiro MAJ, Vandresen L. Planejamento organizacional no contexto de pandemia por COVID-19: implicações para a gestão em enfermagem. J Health NPEPS. 2020; 5(1): 4626. doi: http://dx.doi.org/10.30681/252610104626 DOI: https://doi.org/10.30681/252610104626

Kimbell A, Hatfield K, Arons M, James A, Taylor J, Spicer K, et al. Asymptomatic and Presymptomatic SARS-CoV-2 Infections in Residents of a Long-Term Care Skilled Nursing Facility-King County, Washington, March 2020. MMWR Morb Mortal Wkly Rep. 2020; 69(13): 377-81. doi: 10.15585/mmwr.mm6913e1 DOI: https://doi.org/10.15585/mmwr.mm6913e1

Teixeira CFS, Soares CM, Souza EA, Lisboa ES, Pinto ICM, Andrade LR, Espiridião MA. The health of healthcare professionals coping with the Covid-19 pandemic. Ciênc Saúde Coletiva. 2020; 25(9): 3465-74. doi: https://doi.org/10.1590/1413-81232020259.19562020 DOI: https://doi.org/10.1590/1413-81232020259.19562020

Noal DS, Rezende MJ. Capacitação nacional emergencial em Saúde Mental e Atenção Psicossocial na Covid-19: um relato de experiência. Saúde Debate. 2021; 44 (spe 4): 293-305. doi: https://doi.org/10.1590/0103-11042020E420 DOI: https://doi.org/10.1590/0103-11042020e420

Publicado

31-01-2024

Como Citar

1.
Monteiro Lopes BC, Masuda LMT, Pereira Rodrigues D, Alves VH, Dargam Gomes Vieira B, Dias da Silva S Éder, Martins da Silva BC. A REORGANIZAÇÃO DA ASSISTÊNCIA OBSTÉTRICA DURANTE A PANDEMIA DE COVID-19. Rev. Enferm. Atual In Derme [Internet]. 31º de janeiro de 2024 [citado 22º de fevereiro de 2024];98(1):e024258. Disponível em: https://revistaenfermagematual.com.br/index.php/revista/article/view/2093

Edição

Seção

ARTIGO ORIGINAL