ESTRESSE NO TRABALHO DA ENFERMAGEM EM UMA EMERGÊNCIA OBSTÉTRICA NA PANDEMIA DE COVID-19

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31011/reaid-2022-v.96-n.38-art.1329

Palavras-chave:

Estresse ocupacional, Infecções por Coronavírus, Emergência, Obstetrícia, Saúde do Trabalhador

Resumo

Objetivo: Relatar a vivência do estresse no trabalho da Enfermagem no fluxo de atendimento em uma emergência obstétrica na pandemia de COVID-19. Método: Relato de experiência sobre o estresse no trabalho da Enfermagem, durante a pandemia de COVID-19, no fluxo de atendimento na emergência obstétrica de uma maternidade terciária de Fortaleza, Ceará. Resultados: Os profissionais de saúde alocados para atendimento de emergência às gestantes suspeitas e/ou confirmadas de COVID-19 enfrentaram maior estresse no trabalho devido à exposição direta e prolongada durante o monitoramento do trabalho de parto e parto, à exaustão física e emocional e ao trabalho em ambiente não ajustado. Conclusão: O estresse relacionado ao trabalho em emergência obstétrica constitui fator de risco para o desenvolvimento de morbidade psicológica nos profissionais de saúde da linha de frente, especialmente os trabalhadores de Enfermagem.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luana Silva de Sousa, Universidade Estadual do Ceará

Doutoranda em Cuidados Clínicos em Enfermagem e Saúde. Universidade Estadual do Ceará. Fortaleza, Ceará, Brasil.

Bruna Karen Cavalcante Fernandes, Universidade Federal do Piauí

Doutora em Cuidados Clínicos em Enfermagem e Saúde. Docente do Curso de Graduação em Enfermagem. Universidade Federal do Piauí. Floriano, Piauí, Brasil.

Nayara Santana Brito, Universidade Regional do Cariri

Doutoranda em Cuidados Clínicos em Enfermagem e Saúde. Docente do Curso de Graduação em Enfermagem da Universidade Regional do Cariri. Fortaleza, Ceará, Brasil.

Germana Pinheiro Correia Lima, Universidade Estadual do Ceará

Enfermeira. Universidade Estadual do Ceará. Fortaleza, Ceará, Brasil.

Raissa Emanuelle Medeiros Souto, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira

Mestre em Enfermagem. Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-brasileira. Redenção, CE, Brasil.

Dafne Paiva Rodrigues, Universidade Estadual do Ceará

Doutora em Enfermagem. Docente da Graduação e Pós-Graduação do Curso de Enfermagem. Universidade Estadual do Ceará. Fortaleza, Ceará, Brasil.

Publicado

2022-05-12

Como Citar

1.
de Sousa LS, Fernandes BKC, Brito NS, Lima GPC, Souto REM, Rodrigues DP. ESTRESSE NO TRABALHO DA ENFERMAGEM EM UMA EMERGÊNCIA OBSTÉTRICA NA PANDEMIA DE COVID-19. Rev. Enferm. Atual In Derme [Internet]. 12º de maio de 2022 [citado 27º de junho de 2022];96(38):e-021248. Disponível em: https://revistaenfermagematual.com.br/index.php/revista/article/view/1329