VALIDAÇÃO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL NO FORMATO DE GIBI DIRECIONADA À REDE DE APOIO DA NUTRIZ

Autores

DOI:

https://doi.org/10.31011/reaid-2024-v.98-n.2-art.1837

Palavras-chave:

Estudos de validação, Tecnologia educacional, Amamentação, Saúde da Família

Resumo

Objetivo: validar uma tecnologia educacional sobre amamentação, no formato de gibi, direcionada à rede de apoio da nutriz. Método: Trata-se de um estudo metodológico para a validação do instrumento elaborado. A análise da validação de conteúdo foi realizada através do Índice de Validade de Conteúdo, e a significância da taxa de concordância adotada foi avaliada a partir do teste binomial. Resultados: Todos os itens ficaram acima da taxa mínima de concordância. No entanto, o p-valor do teste binomial indicou a necessidade de readequação de quatro itens que foram ajustados conforme uma descrição qualitativa dos juízes. As avaliações de cada tópico do formulário apresentaram resultados extremamente satisfatórios, e a menor taxa foi de 0,94. A concordância universal atingiu 0,56, sendo a menor taxa obtida em todo o estudo. Em contrapartida, dos 72 itens avaliados, 41 atingiram a pontuação máxima. A avaliação Global do instrumento foi de 0,96, acima da taxa mínima considerada ideal para este tipo de estudo. Conclusão: O estudo apresentou uma análise elevada na validação da tecnologia educacional sobre amamentação, no formato de gibi, direcionada à rede de apoio da nutriz.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

World Health Organization. Fifty-fourth World Health Assembly. Resolution WHA54.2 - Infant and young child nutrition. Geneva: World Health Organization [Internet]. 2001 maio [citado 2024 Maio 15]. Disponível em: https://apps.who.int/gb/archive/pdf_files/WHA54/ea54r2.pdf.

Souza TRR, Amorim MV, Silva EA, Ó TALF, Spinelli CB, Alves ER et al. Aleitamento humano: a urgência da necessidade de maior articulação das políticas públicas em promoção da amamentação no Brasil. Rev Braz J Implantology Health Sciences [Internet]. 2023 Ago [citado 2024 Maio 16];5(4):989-1017. Disponível em: https://bjihs.emnuvens.com.br/bjihs/article/view/419.

Souza BS, Assunção EG, Guimaraes GC. Fatores associados ao desmame precoce no contexto brasileiro. Rev Saberes Plurais [Internet]. 2023 Jul-Dez [citado 2024 Maio 18];7(2). Disponível em: https://seer.ufrgs.br/index.php/saberesplurais/article/view/133427/90034.

World Health Organization. Infant and young child feeding. World Health Organization [Internet]. 2023 [citado 2024 Maio 17]. Disponível em: https://www.who.int/news-room/fact-sheets/detail/infant-and-young-child-feeding.

Pinto SL, Barruffini ACC, Silva VO, Ramos JEP, Borges LL, Cordeiro JABL et al. Avaliação da autoeficácia para amamentação e seus fatores associados em puérperas assistidas no sistema público de saúde no Brasil. Rev Bras Saúde Mater Infant [Internet]. 2021 Jan-Mar [citado 2024 Maio 15];21(1):97-105. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rbsmi/a/zpDrdyY5tLBZkXCzGWWwhzQ/?lang=en.

Melo DS, Oliveira, MH, Pereira DS. Progressos do Brasil na proteção, promoção e apoio do aleitamento materno sob a perspectiva do Global Breastfeeding Collective. Rev Paul Pediatr [Internet]. 2021 [citado 2024 Maio 16];39. Disponível em: https://www.scielo.br/j/rpp/a/yyBMQgsjQYVS4RGYfPjH3xK/abstract/?lang=pt.

Farias DCS, Mazalli ER, Signori GMS, Marchi MJ, Nonato AC, Pio DAM et al. A influência familiar no processo de aleitamento materno: uma revisão de literatura. Rev Foco [Internet]. 2023 Mar [citado 2024 Maio 19];16(3):1-19. Disponível em: https://ojs.focopublicacoes.com.br/foco/article/view/1396.

Viana MDZS, Donaduzzi DSS, Rosa AB, Fettermann FA. Estratégias e ações do enfermeiro no incentivo ao aleitamento materno: revisão integrativa. Rev de pesquisa cuidado é fundamental [Internet]. 2021 [citado 2024 Maio 02];13(9236):1199-1204. Disponível em: http://seer.unirio.br/cuidadofundamental/article/view/9236/10196.

Souza DRL, Moura DSR, Alves JÁ, Nogueira LDP. Aspectos que influenciam a amamentação entre mulheres trabalhadoras: revisão bibliográfica. Rev Barão de Mauá [Internet]. 2023 [citado 2024 Maio 19];4(2). Disponível em: https://periodicos.baraodemaua.br/index .php/cse/article/view/546/721.

Vasconcelos NC, Vasconcellos M, Doczy AP, Diniz APF. Principais óbices na amamentação e repercussões do desmame precoce: revisão sistemática. Rev Científica Multidisciplinar [Internet]. 2023 [citado 2024 Maio 17];4(4). Disponível em: https://recima21.com.br/index.php/recima21/article/view/3021/2206.

Oliveira JÁ, Cardoso LRS, Silva ROM, Cardoso VNS. A participação do pai no aleitamento materno: uma rede de apoio. Rev Research and Development [Internet]. 2022 Jan [citado 2024 Mai 17];11(2). Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/358059196_A_participacao_do_pai_no_Aleitamento_Materno_Uma_rede_de_apoio.

Wagner LPB, Mazza VA, Souza SRRK, Chiesa A, Lacerda MR, Soares L. Fortalecedores e fragilizadores da amamentação na ótica da nutriz e de sua família. Rev Esc Erferm [Internet]. 2020 Maio [citado 2024 Maio 08];54. Disponível em: https://pesquisa.bvsalud.org/portal/resource/pt/biblio-1101393.

Campos ARD, Moura IC, Bessa MEP. Influência das avós no aleitamento materno exclusivo. Rev Ciências da Saúde [Internet]. 2023 Abr [citado 2024 Maio 18];27. Disponível em: https://revistaft.com.br/influencia-das-avos-no-aleitamento-materno-exclusivo/.

Torres JS, Araújo KC, Albuquerque MFG, Silva TEA. O papel do enfermeiro na promoção do aleitamento materno na estratégia de saúde da família. Rev Braz J Health Review [Internet]. 2023 Dez [citado 2024 Maio 19];6(6):31511-31524. Disponível em: https://ojs.brazilianjournals.com.br/ojs/index.php/BJHR/article/view/65588/46840.

Anjos FLH, Almeida LC, Andrade EMR, Pereira LC, Souza AAJ, Jorge HMF. Contribuições das tecnologias educativas para promoção da amamentação: revisão integrativa. Rev Enfermagem UFPI [Internet]. 2023 [citado 2024 Maio 20];12. Disponível em: https://periodicos.ufpi.br/index.php/reufpi/article/view/3841/3776.

Ministério da Saúde (BR). Saúde da criança: aleitamento materno e alimentação complementar. 2ª ed. [Internet]. [Brasília-DF]: Ministério da Saúde; 2015 [citado 2024 Maio 15];(23):184p. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/saude_crianca_aleitamento_materno_cab23.pdf

Ministério da Saúde (BR). Promovendo o aleitamento materno. 2ª ed. rev. [Internet]. [Brasília-DF]: Ministério da Saúde; 2007 [citado 2024 Maio 15]. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/album_seriado_aleitamento_materno.pdf.

Summus editorial. Da criação ao roteiro: teoria e prática/Doc comparato. 4ª ed. São Paulo: Summus editorial; 2019.

Jasper MA. Expert: a discussion of the implications of the concept as used in nursing. J Adv Nurs [Internet]. Out 1994 [citado 2024 Maio 15];20(4):769-79. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/7822615/.

Lobiondo-wood G, Haber J. Pesquisa em enfermagem: método, avaliação crítica e utilização. 4ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan; 2001.

Pasquali L. Psicometria: teoria e aplicações. Brasília-DF: Editora UnB; 1997. p. 161-200.

Leite SS, Áfio ACE, Carvalho LV, Silva JM, Almeida PC, Pagliuca LMF. Construção e validação de instrumento de validação de conteúdo educativo em saúde. Rev Bras Enferm [Internet]. 2018 [citado 2024 Maio 16];71(4):1732-38. Disponível em: https://www.scielo.br/j/reben/a/xs83trTCYB6bZvpccTgfK3w/?lang=pt.

Polit DF, Beck CT. The contente validity index: are you sure you know what’s being reported? Critique and recommendations. Res Nurs Health [Internet]. Out 2006 [citado 2024 Maio 14];29(5):489-97. Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/16977646/.

Yusoff MSB. ABC of Content Validation and Content Validity Index Calculation. Med Educ [Internet]. Jun 2019 [citado 2024 Maio 15];11(2):49-54. Disponível em: https://doi.org/10.21315/eimj2019.11.2.6.

Lynn SR. Determination and quantification of contente validity. Nurs Res [Internet]. 1986 [citado 2024 Maio 15];35(6):381-5.

Silva GB, Macedo JWR, Val LF. Curso de bacharelado em enfermagem: egressos do sexo masculino (2004 a 2017). Braz J Develop [Internet]. Maio 2021 [citado 2024 Maio 14];7(5):52337-46. Disponível em: https://www.brazilianjournals.com/index.php/BRJD/article/view/30360#:~:text=A%20coleta%20de%20dados%20ocorreu,5%20(1%2C4%25).

Costa JD, Marques KMAP, Frota KC, Oliveira LS. Tecnologias educacionais no cuidado às crianças com Diabetes Mellitus tipo 1: síntese do conhecimento. Espac Saúde [Internet]. 2021 [citado 2024 Maio 14];22. Disponível em: https://espacoparasaude.fpp.edu.br/index.php/espacosaude/article/view/732.

Francisco MM, Vasconcelos EMR, Vasconcelos MGL, Padilha MAS, Araújo EC, Oliveira JSB. Tecnologias lúdicas para adolescentes utilizadas por profissionais de saúde: revisão integrativa. Rev Enferm UFSM [Internet]. 2020 [citado 2024 Maio 14];10(31):1-21. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/reufsm/article/view/37050.

Lima AMC, Piagge CSLD, Silva ALO, Robazzi MLCC, Melo CB, Vasconcelos SC. Tecnologias educacionais na promoção da saúde do idoso. Enferm Foco [Internet]. 2020 [citado 2024 Maio 14];11(4):87-94. Disponível em: http://revista.cofen.gov.br/index.php/enfermagem/article/view/3277/956.

Lima TGV, LEÃO MCB, Mendes PN, Feitosa CDA. Tecnologias educativas para autoeficácia da amamentação e prática do aleitamento materno exclusivo: scoping review. Rev Enfermagem Atual in Derme [Internet]. 2021 set [citado 2024 Maio 19];95(35). Disponível em: https://revistaenfermagematual.com/index.php/revista/article/view/1194/1060.

Silva MM, Penha JC, Barbosa ICFJ, Carneiro CT, Borges JWP, Bezerra MAR. Construção e validação de tecnologia educacional para promoção do aleitamento materno no período neonatal. Esc Anna Nery [Internet]. 2021 [citado 2024 Maio 15];25(2). Disponível em: https://www.scielo.br/j/ean/a/TFGcfdKCqk4FZNqBjpymdJB/?lang=pt.

Moraes VC, Ferraz L. Tecnologia educacional sobre ordenha do leite materno: desenvolvimento e validação de um Serious Game. Rev Bras Saúde Mater Infant [Internet]. 2021 [citado 2024 Maio 15];21(3):857-67. Disponível em: http://old.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-38292021000500845&lng=es&nrm=iso&tlng=pt.

Conselho Federal de Enfermagem (BR). Resolução COFEN – 256/2001: Autoriza o uso do título de doutor pelos Enfermeiros. Rio de Janeiro: COFEN; 2001. [citado 2024 Maio 15]. Disponível em: https://www.cofen.gov.br/resoluo-cofen-2562001/.

Publicado

03-06-2024

Como Citar

1.
dos Santos Marques BC, Boulitreau Siqueira Campos Barros M, Patriota de Souza V, Leite Meirelles Monteiro EM, Gomes de Almeida Branco K, Costa Cabral I, Nóbrega de Andrade Ramalho M, Bushatsky M. VALIDAÇÃO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL NO FORMATO DE GIBI DIRECIONADA À REDE DE APOIO DA NUTRIZ: . Rev. Enferm. Atual In Derme [Internet]. 3º de junho de 2024 [citado 23º de junho de 2024];98(2):e024328. Disponível em: https://revistaenfermagematual.com.br/index.php/revista/article/view/1837

Edição

Seção

ARTIGO ORIGINAL